Conceito Português - No horizonte dos melhores vinhos portugueses

Alentejo

Alentejo
Alentejo

Nos últimos 30 anos, a milenar cultura vitícola do Alentejo ganhou reconhecimento internacional, devido à relevância de novas condições técnicas e regulamentares, implementando um estatuto de qualidade para a produção local. Atualmente, o cenário é de prestígio, com vinhos badalados e bem reconhecidos em diferentes frentes gastronômicas. Pela mistura da herança cultural e do sucesso internacional, a região divide seu espaço entre algumas das vinhas mais tradicionais e as mais modernas de Portugal.

A Região do Alentejo, que ocupa cerca de um terço do território de Portugal, possui uma diversidade de solos e climas e de estilos produtivos. Do frescor das montanhas pela umidade da brisa marítima do Atlântico e pelo calor das planícies, o clima mediterrâneo predomina. Sem surpresas, esta combinação trouxe solos que variam na predominância de xisto e argila à mármore, calcário e granito, influenciando significativamente na variedade de castas.

Pela Denominação de Origem Controlada (DOC), o Alentejo está dividido em oito sub-regiões, sendo elas Vidigueira, Reguengos, Redondo, Borba, Moura, Portalegre, Granja-Amareleja e Évora. Elas se encontram, porém, em três diferentes distritos administrativos.

Características dos vinhos do Alentejo

Destes distritos, Portalegre, situado a norte, é o mais influenciado pelo frescor da Serra de São Mamede, onde se encontram vinhas mais velhas e tradicionais espalhadas pela serra, apresentando vinhos mais frescos e complexos. Já o distrito de Évora, ao centro, personifica o equilíbrio e a harmonia dos vinhos alentejanos, com proporções ideais entre frescura e fruta, entre acidez e suavidade. Ao sul, o distrito de Beja oferece vinhos mais quentes e suaves, devido essencialmente ao seu solo seco.

O resultado é uma variedade praticamente infinita de estilos e sabores, passando pelas castas brancas, como Antão Vaz (uma das mais reconhecidas da região), Arinto, Roupeiro, Fernão Pires, Gouveio, entre muitas outras. Das castas tintas, destacam-se o trio Aragonez, Trincadeira, Touriga Nacional e Alicante Bouschet, além de internacionais como Syrah e Cabernet Sauvignon.

Fonte:
www.winesofportugal.info
www.clubedosvinhos.com.br

Produtores

Encostas dMonte da RavasqueiraQuinta da Perescuma

Vinhos em destaques

Amorim

Vinho Tinto - Alentejo – Reguengos de Monsaraz

José Maria da Fonseca

X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!